ESSAOUIRA



Cidade de EssaouiraUma mistura de povoado medieval com cidadezinha européia, Essaouira se tornou badalado destino turístico e residencial de artistas e hippies nos anos 60 encantados por sua atmosfera pacífica e descontraída. Pouco depois, tornou-se refúgio de uma pequena elite de intelectuais, pintores, escritores, músicos, atores e realizadores cinematográficos do mundo inteiro (o musico Jimmy Hendrix e o cineasta Alfred Hitchcock são alguns exemplos).

Mais tarde, voltou a se destacar no mapa por suas praias propícias aos esportes de vela, surf,  wind-surf e kite-surf, não à toa sendo chamada de “Cidade dos Ventos”. E, mais recentemente, apareceu como “top trend” de entretenimento televisivo quando seu antigo porto e medina murada apareceram na série Games of Thrones.

Com sua pitoresca Medina (centro histórico e souks) fundada no século XVIII, listada como Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO em 2009, situa-se 200km a oeste de Marrakech. Cercada por uma muralha que acaba no Atlântico, um fotogênico porto pesqueiro repleto de gaivotas sobrevoando o mercado de peixes e os pescadores em seus barquinhos azuis – cartão postal da cidade – Essaouira é sem dúvida um destino charmoso e  encantador.

A vocação artística está em toda parte, nas pinturas típicas, nas lindas cerâmicas, no espetacular artesanato em madeira Tuia, no fio de prata e cobre, na madrepérola ou no osso de camelo…  E na música, claro!!! O World Music Festival Gnaoua chegou a reunir mais de 300 mil visitantes na sua última edição em Junho-2019.  Gnaoua é uma música de origem subsaariana que chegou ao Marrocos com escravos vindos dessa região. É fácil perceber um paralelo com a origem dos cultos afro-americanos, como o candomblé, macumba e outros similares em regiões da América onde uma parte considerável da população é descendente de escravos africanos.

E por último, mas não menos importante: as árvores de argânia são endêmicas dessa região, que, por consequência, é repleta de fazendas e reservas onde são cultivadas, e o famoso óleo de argan (ouro líquido do Marrocos) exportado para o mundo todo. Produtos cosméticos como os  leave-ins pro cabelo, cremes para o corpo;  e azeite culinário de argan,  são encontrados por todo lugar, em barraquinhas na cidade ou em cooperativas de mulheres.

Nessas florestas de argan é onde vc pode se deparar com um inusitado “pé-de-cabra” …  kkk … sim, elas sobem nas árvores para se alimentar das castanhas e folhas da argânia, criando oportunidade de fotos únicas no mundo, pois isso só acontece nessa região!

O que fazer em Essaouira – principais atrações

  • Visitar a Medina (centro historico, souks, galerias, cafés)
  • Visitar o porto e a fortaleza Scala
  • Passear pelas muralhas e praias
  • Museu Sidi Mohamed Ben Abdallah – história do artesanato e tradições populares da região.
  • Passear pela floresta de argan para ver um “pé-de-cabra”
  • Almoçar em uma barraca de pescadores no porto – vc escolhe seu peixe fresco para ser assado na brasa na hora, servido com pão árabe e salada. Simples e muito gostoso!